"E aqueles que pensam em Me procurar, saibam que a vossa busca e vosso anseio devem beneficiar-vos apenas se vós souberdes o Mistério; se o que vós procurardes, vós não achardes dentro de vós mesmos, então nunca encontrarão fora. Pois eu tenho estado convosco desde o Início e Eu Sou Aquela que é alcançada ao final do desejo"


quarta-feira, 21 de outubro de 2015

BRASIL: UM PAÍS DESUMANO E TEOCRÁTICO...

Dante Alighieri: ''OS LUGARES MAIS SOMBRIOS DO INFERNO SÃO RESERVADOS ÀQUELES QUE SE MANTIVERAM NEUTROS EM TEMPOS DE CRISE MORAL.''

Comissão de Constituição e Justiça da Câmara aprova PL 5069 de Eduardo Cunha que dificulta o atendimento a vítimas de estupro.


Mulheres precisarão conseguir provar que foram estupradas para receber atendimento adequado nos hospitais e fazer o aborto legal. Somente depois de corpo de delito (no qual a mulher ficará nua e será tocada) e boletim de ocorrência, que pode demorá horas para ser feito, que a mulher violentada poderá ver um médico para realizar o aborto legal. O sofrimento da mulher estuprada será deixado em segundo plano. O PL também dificulta o acesso à pílula do dia seguinte (se o médico entender que ela é abortiva, segundo o relator do PL). Médicos estarão proibidos de informar às mulheres sobre as possibilidades de aborto. Mulheres que forem estupradas depois de tomar 'Boa noite, Cinderela', não poderão realizar o aborto até que se consiga provar o estupro. Até lá ou caso não se consiga provar, poderão adquirir doenças sexualmente transmissíveis porque não foram atendidas corretamente.

O PSDB e o Partido Verde , entre outros, declararam apoio a Eduardo Cunha e votaram a favor do projeto que dificulta o antedimento a mulheres estupradas.

Vejam quem ficou do lado das mulheres estupradas e quem defende o não-atendimento às vítimas

Você, mulher, votou em algum desses partidos que impedirão o seu atendimento caso você ou alguém de sua família seja estuprada?

Agora o projeto irá para o Plenário da Câmara, para o voto de todos os deputados. Se você não quiser viver um inferno maior do que já é caso seja estuprada, a hora é de entrar em contato com o seu deputado e fazer pressão.

Fontes:
PARA COMPREENDER MELHOR Veja como votou cada deputado da CCJ no projeto do Cunha que dificulta acesso ao atendimento às vítimas de estupro

O mesmo PV que também votou a favor do Estatuto da Família(Como sendo apenas homem e mulher, sem incluir tios, avós, mães solteiras e gays). Na Câmara, o PV tem votado junto com a bancada evangélica

 Lib quer dizer que a bancada liberou o voto, o que é mais um jogo de cena, pois esses partidos votaram a favor do PL

Desenhando, o PL suprime do código penal esses dois incisos da Lei 12845, que trata da violência sexual:

IV - profilaxia da gravidez; - NÃO ESPECIFICA ESTUPRO, OU SEJA, A MULHER ***VAI ENGRAVIDAR*** DO ESTUPRADOR, porque não vai poder fazer a profilaxia nem se medicar corretamente;

VII - fornecimento de informações às vítimas sobre os direitos legais e sobre todos os serviços sanitários disponíveis. - Ou seja, a mulher ***NÃO VAI SER INFORMADA*** DE QUE TEM DIREITO A ABORTAR EM CASO DE ESTUPRO. Ela vai ter que procurar essa informações por conta própria. Sabendo que a maioria dessa vítimas são pobres e não tem acesso a informação, já sabe no que vai dar, né?

Informações adiconais via: Cartazes & Tirinhas LGBT

Nenhum comentário: