"E aqueles que pensam em Me procurar, saibam que a vossa busca e vosso anseio devem beneficiar-vos apenas se vós souberdes o Mistério; se o que vós procurardes, vós não achardes dentro de vós mesmos, então nunca encontrarão fora. Pois eu tenho estado convosco desde o Início e Eu Sou Aquela que é alcançada ao final do desejo"


segunda-feira, 9 de fevereiro de 2015

A via mais fácil será a que deve ser percorrida?
Porque é sempre a mais difícil a qual meu espírito se conduz...

O FOGO AINDA QUEIMA EM MIM (O SALTO ALQUÍMICO)

De uns tempos pra cá, esta chama desaparecida tem se reacendido...qual?
A vontade de fazer as coisas de sair da estagnação...Será que estarei preparada para mais um salto?
O problema  dos meus saltos é que sempre são num caminho sem volta. Não há como eu olhar para trás e dizer que foi obrigada a saltar...Só o que posso fazer é saltar ou esperar para viver. O salto é o maior risco na vida de uma mulher, representa um mergulho no desconhecido.
Mas sinto como se a Deusa me empurra-se para a borda e me desse a opção; ficar confortável e segura esperando a vida chegar ou me lançar no fogo e correr o risco de sair queimada...ou transformada.
Numa simples frase invoquemos o nome da Mãe, o velho desafio... Desafiar a Mãe e se tornar  a Grande Mãe, deixar de ser apenas a vaga imagem da filha a sombra da mãe...para que um dia se reunir com Ela fortalecida e de novo chorar nos seus braços, mas sem dor...Só amor doce e selvagem, saudade e ternura.

PS; meu velho fogo, você ainda vem a mim para me assolar...