"E aqueles que pensam em Me procurar, saibam que a vossa busca e vosso anseio devem beneficiar-vos apenas se vós souberdes o Mistério; se o que vós procurardes, vós não achardes dentro de vós mesmos, então nunca encontrarão fora. Pois eu tenho estado convosco desde o Início e Eu Sou Aquela que é alcançada ao final do desejo"


terça-feira, 24 de março de 2015

FALTA DE CONTEXTO

mister disse...
Bom Blog ! mais recheado de pós-modernismo e sem grandes Reflexões! 
Vcs seguem uma linha tão medíocre dentro da Magia que chega a dar vergonha alheia! parecem mais Neo-Feministas !! 
Atualmente, pagãos modernos [neopagãos] e wiccanos celebram [ou seria melhor utilizar "mimetizar", como bem descreve a Rosa Leonor ?] a Descida de Inanna. Na liturgia tradicional wiccana, a descida da Deusa ao Submundo é uma linda cerimônia, mas não pode ser considerado uma cópia do mito sumério-acadiano.
O mito de Inanna é mal celebrado e mal compreendido, se os neopagãos e wiccanos celebrarem apenas Inanna. Qualquer celebração neopagã ou wiccana sem a presença do Deus Consorte é uma pobre e triste inversão da cegueira que dominou a civilização ocidental nos últimos 19 séculos.
Conheçamos a face do Deus das Bruxas [e Bruxos] no mito de Dumuzi:
Deusas antigas como Anath feritizavam a elas mesmas com o sangue de homens e touros. Entretanto a domesticação e criação de animais depende da compreensão dos papéis complementares dos sexos na reprodução. Não obstante, o comportamento sexual da criação de animais teve um enorme impacto da cultura e sexualidade humana. Estava abundantemente claro que o macho era requerido apenas para o momentâneo processo de fertilização, enquanto tanto o parto quanto a nutrição dependiam centralmente na maternidade.
Dumuzi primeiramente tentou persuadir Inanna de se casar um rei-pastor. O encontro então esquentou com a paixão da jovem Inanna pelo jovem rei-pastor Dumuzi e a consumação deles, ecoando a fecundidade pastoral completamente.[Dhushara]
Em homenagem ao mito de Inanna e Dumuzi, nada é mais esclarecedor [e escarnecedor] do que este trecho de um antigo hino:
Inanna disse: [...]
"Enquanto a mim, Inanna,
Quem irá arar minha vulva?
Quem irá arar meus altos campos?
Quem irá arar meu solo úmido?"
Dumuzi replied:
"Grande dama, o rei irá arar sua vulva.
Eu, o Rei Dumuzi, irei arar sua vulva."
Inanna:
"Entã are minha vulva, homem do meu coração!
Are minha vulva!"[Dhushara]
Como todo Deus da Vegetação, Dumuzi morre e Inanna vai ao submundo resgatá-lo, enfrentanto Ereshkigal, a Deusa do Submundo. Não faria muito sentido isto, se pensarmos que estas Deusas sejam as mesmas ou sejam manifestações de uma única Deusa. Não faz sentido algum copiarmos um mito tão carregado de erotismo, onde a união sexual, o Hiero Gamos, é crucial, se formos crer em uma Santa Ameba que pariu a criação por partenogênese. Faz menos sentido ainda o discurso contra o suposto sexismo e heteronormatividade da Wicca Tradicional.
Como o Deus e a Deusa das Bruxas [e dos Bruxos], Dumuzi e Inanna celebram o Hiero Gamos. A união, a cópula, entre o Deus e a Deusa é o que mantém a existência, da humanidade, da natureza, do mundo, do universo.

NOTA AO COMENTÁRIO:

Ola sinceramente não consegui compreender o contexto do seu comentário...
Não compreendi o que de tão ridiculo ou vergonhoso pode ter para uma mulher focar na Deusa...Aliás se me lembro bem esse comentario é antigo e creio que já havia sido publicado antes. Estamos num mundo  livre aonde cada um segue suas ideias e ideologias, não tenho nenhum compromisso portanto com as leis ou regras teologia dentro do wicca... Afinal esta é uma página votada a Deusa e tem nela e na sua plenitude, na interpretação de sua plenitude o tema principal e como ela se relaciona com a mulher...
Sendo assim a temática do Deus nunca foi inserida aqui nem de modo negativo ou positivo..No máximo existem situações ao que patriarcas do mundo inteiro fizeram com seus deuses e como os transformaram em deidades politicas para melhor dominar suas nações e justificar o controle das mulheres...
Essa é uma página votada para a pesquisa da Deusa é só...Não defendo nenhum tipo de plataforma mágica e inclusive o Deus faz parte das minhas práticas pessoas.
SENDO ASSIM SE VOCÊ COMO HOMEM SENTE FALTA DO DEUS E DE DETALHES SOBRE ELE PORQUE NÃO CRIA ALGO MAIS CONSTRUTIVO COMO SUA PRÓPRIA PÁGINA?

Há mais coisas que poderia dizer mas não vejo necessidade de me estender numa discussão tealógica com senhor....Acho irrelevante.

MINHA PÁGINA NÃO É SOBRE A PRÁTICA MÁGICA E SIM SOBRE O SAGRADO FEMININO...Acho que qualquer um com o  minímo de inteligencia pode compreender a página se realmente e ler sem as lentes do preconceito...E embora tenha grande carinho por Rosa Leonor, minha página é independente... Sou influenciada por ela e por sua brilhante inteligência constantemente mas não levo suas palavras como leis escritas na rocha...

Sendo assim
Obrigada pelo carinho e atenção por se importar com a minha página e com sua qualidade.

Realmente deve incomodar interpretar a Deusa como um poder criador e independente e não como contraparte de nada, nem de ninguém... Absurdo focar na mulher e dizer que sim, Ela como ser humano completo tem em si os poderes masculinos e femininos...

2 comentários:

Sou a Sra Bruxa disse...

Querida Gaia Lil, receba meu Respeito e admiração pelo trabalho desenvolvido em seu Blog. Partilho completamente de suas palavras em nota onde responde com toda sabedoria que lhe é peculiar ao comentário sem contextualização e organização textual do Senhor "Mister".
Deixo consigo a Gratidão e o carinhoso apoio desta Velha Bruxa!

Gaia Lil disse...

Obrigada querida pelo carinho...espero que ele não tenha ficado chateado comigo pois não disse o que disse para ofender
...apenas expus minha opinião... Digo isso porque ele saiu da lista dos seguidores... Enfim nem Aradia agrada todas as bruxas...
Um abraço querida!