"E aqueles que pensam em Me procurar, saibam que a vossa busca e vosso anseio devem beneficiar-vos apenas se vós souberdes o Mistério; se o que vós procurardes, vós não achardes dentro de vós mesmos, então nunca encontrarão fora. Pois eu tenho estado convosco desde o Início e Eu Sou Aquela que é alcançada ao final do desejo"


quarta-feira, 10 de junho de 2009

EU POETA!?

"Mas o que vou dizer da Poesia? O que vou dizer destas nuvens, deste céu? Olhar, olhar, olhá-las, olhá-lo, e nada mais. Compreenderás que um poeta não pode dizer nada da poesia. Isso fica para os críticos e professores. Mas nem tu, nem eu, nem poeta algum sabemos o que é a poesia."



Garica Lorca

O POETA PEDE AO SEU AMOR
QUE LHE ESCREVA

Amor de minhas entranhas, morte viva,
em vão espero tua palavra escrita
e penso, com a flor que se murcha,
que se vivo sem mim quero perder-te.

O ar é imortal. A pedra inerte
nem conhece a sombra nem a evita.
Coração interior não necessita
o mel gelado que a lua verte.

Porém eu te sofri. Rasguei-me as veias,
tigre e pomba, sobre tua cintura
em duelo de kordiscos e açucenas.

Enche, pois, de palavras minha loucura
ou deixa-me viver em minha serena
noite da alma para sempre escura.

Autor:Garcia Lorca
( tradução: William Agel de Melo )

2 comentários:

Rosa Leonor disse...

Querida Gaia Lil
Não leve a mal eu ainda não ter respondido ao seu email, mas recomecei a trabalhar e tenho andado exausta...logo que tenha disposição e mais tempo eu respondo-lhe.
não desanime
um enorme abraço
rleonor

Gaia Lil disse...

Não desanimei rs se ando meio...melancolica se deve a coisas que vem acntecendo em outras areas de minha vida...pessoal...mas nada que um pouco do reflexão ,bom senso e fé não curem