"E aqueles que pensam em Me procurar, saibam que a vossa busca e vosso anseio devem beneficiar-vos apenas se vós souberdes o Mistério; se o que vós procurardes, vós não achardes dentro de vós mesmos, então nunca encontrarão fora. Pois eu tenho estado convosco desde o Início e Eu Sou Aquela que é alcançada ao final do desejo"


sábado, 27 de junho de 2009

A VOZ DA ULTIMA SACERDOTISA


Mensagem de Lívia, Sacerdotisa de Ártemis, 200 A.C.

Mensagem de Livia, última Sacerdotisa sagrada de Ártemis, Éfeso, 200 anos antes da Era Cristã:


"Amazonas dos tempos futuros, me escutem. Eu envio estas palavras aos ventos do tempo, pelo fogo do meu espírito e urgências do meu diamante que me dizem que minha última lua está sobre mim agora. Pelo final da minha vida, eu não sinto uma perda. O nascimento, a vida, a morte, são todos uma só coisa na sabedoria Dela. Mas a verdade de nossos ancestrais e os caminhos sagrados estão agora perdidos para aqueles que seguem. Em breve, não restará ninguém para lamentar.Ouçam minhas palavras, Irmãs! Eu sou Lívia, amante e seguidora de Ártemis. Eu falo para vocês como a Sagrada sacerdotisa de Ártemis. Ártemis é Aquela que nos ensina os sagrados caminhos das mulheres e da vida desde antes de existir a memória. Eu lhes envio a nossa história, silenciada com meu último suspiro... só para vocês que podem me ouvir agora. O pesar deste relato agora me traz aqui sozinha a esta floresta sagrada. Raiva e tristeza me trazem aos meus joelhos aqui no escuro, ao lado do rio... Deixem o poder do que lhes envio agora cercar de força e verdade seus corações, que batem do lado distante dos Tempos de Escuridão. Esta é a penosa mensagem, de como nossa história e nossa cultura foram roubadas de nós através da ganância, da corrupção e dos abusos de poder. A Deusa se move para nos chamar, pois apenas através de Sua sabedoria minhas palavras podem alcançar vocês. Ela me instrui através deste encantamento a enviar estas palavras pra atingir vocês, Amazonas, que renasceram ao final dos Tempos de Escuridão. Nós, que temos sido mantenedoras dos limiares antigos e profundos; limiares do nascimento e da morte em Seu nome, chamamos vocês. Quando vocês ouvirem minhas palavras, o templo haverá permanecido por muito tempo em Éfeso, imensidões de colunas de pedra, um poderoso tributo a Ártemis. Enquanto falo estas palavras, o templo está agora no planejamento. Porém, quando esta maravilha estiver completa, a sacerdotisa sagrada de Ártemis já terá ido embora. Ouçam-me! Assistam como o templo de pedra por si mesmo é um testemunho de nossa violação e de nossa perda! Os entalhes exteriores do templo não são de Ártemis e de suas amadas Amazonas, mas do herói masculino dos iônicos Androkles. Os entalhes não foram feitos por artesãs da Sacerdotisa, mas recortados por trabalhadores masculinos das pedreiras, trazidos de Roma. Dentro do templo, apesar do tabu da entrada dos homens que leva a uma punição de morte pela lei de Ártemis, estarão estátuas douradas do Imperador Romano e outros Romanos que através da riqueza compraram o direito ao sacerdócio. A ira ruge dentro de mim, mas a vingança não é para ser minha. Ela é a medida do julgamento e é quem estabelece os limites para todas as coisas, incluindo a duração de minha vida. As Amazonas há muito deixaram Éfeso e cavalgaram para o Norte, prestando atenção às terríveis visões de nossas irmãs sobre os tempos de escuridão que viriam. Profundamente lamentados foram os avisos sobre o nosso futuro. Mas quem pode dizer que compreende a sabedoria Dela? O bom e o mau são a mesma coisa para Ela, é apenas devido à nossa compreensão limitada que nós sofremos assim. Irmãs no futuro! Ouçam minhas palavras! Ouçam e pressintam com os vossos corações! No tempo certo, a Nação Amazona será relembrada. Procurem pelos caminhos Dela na floresta. Procurem por nós ali. Lembrem-se! Por Ártemis..."


A FLORESTA É O TEMPLO DA DEUSA PORQUE É UM LUGAR DE CONSTATE VIDA E CRIAÇÃO UM LUGAR AONDE CADA EXISTÊNCIA,CADA ERVA,CADA PLANTA,CADA ANIMAL TEM SUA FUNÇÃO PARA MANTER O EQUILIBRO COSMOLÓGICO E ESPIRITUAL DO PLANETA.ESTE É O MAIOR TRUNFO DO MATRIARCADO:A FLORESTA O MAIOR TEMPLO E MAIS COLOSSAL QUE QUALQUER BASÍLICA...TALVES POR ISSO O POLÍTICOS E PADRES SEJAM TÃO CONDESCENDESTES COM A GRANDE DESTRUIÇÃO DA FLORESTA,A CASA DA DEUSA NA TERRA ,POIS ELES PREFEREM VER SEU TEMPLO DESTRUÍDO MESMO QUE ISSO DESTRUA A SI PRÓPRIOS.....gl

5 comentários:

Beto disse...

não é simples acaso ou coincidência que as religiões monoteistas e patriarcais destruiram (e destroem) as florestas, as árvores. os primeiros templos e santuários foram construidos entre árvores, entre simples e humildes circulos de pedras. os templos de pedra foram um simulacro dos templos naturais aos Deuses Antigos, tentando imitar a caverna (um templo antigo dedicado à Deusa).
hoje o que temos são esses simulacros da caverna sagrada, completamente vazios da presença divina, mas repletos da vaidade dos sacerdotes do Deus Cristão, divorciado, cego, ciumento, impotente, infértil.

Energia Universal disse...

Enquanto lia meu útero girava, girava e girava..Deus, Deusa, Vida..

Fernanda Boaventura disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Fernanda Boaventura disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Fernanda Boaventura disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.