"E aqueles que pensam em Me procurar, saibam que a vossa busca e vosso anseio devem beneficiar-vos apenas se vós souberdes o Mistério; se o que vós procurardes, vós não achardes dentro de vós mesmos, então nunca encontrarão fora. Pois eu tenho estado convosco desde o Início e Eu Sou Aquela que é alcançada ao final do desejo"


sexta-feira, 5 de junho de 2009

FERIDAS NO FEMININO

Gaia Lil disse...

A Mulher cosciente de si mesma é uma sacerdotisa independente dos nomes que venha receber,ela é livre em sua lam e em seu coração não a correntes,ela é totalmente livre dos conceitos santa e puta porque ela sabia que é a Deusa e que a Deusa e´todas as coisas,a Mãe a vida e a Arte que se mostra no nosso dia-a-dia ela é a legria do sol e a froça da lua é o poder profunda que emana das mulheres e de seu coração é tambem a Mulher selvagem correndo liberta pelos campo em busca do Deus cornifero dançando alegre por entre as moitas,é a feiticeira ,a empata fadas que se comunica com os espritos profundos de seu passado e de sua alma,bem como sua essência feminina e as mulheres que a guiaram em seu caminho.a Mulher plena "Teleia" a eterna virgem do sol nascente sempre foi uma-em-si-mesma perfeitamente harmonioza seja ela representada com consortes ou não,pos a sexualidade sagrada já faz parte de si e de sua liberdade,liberdade de alma,de coração
Junho 05, 2009

Nana Odara disse...

Eu não sou sacerdotiza nem sábia... nem empato fadas nem fodas...sou apenas uma puta...e nunca fui santa...nem nunca serei...Não conheço a mulher de que vc fala, todas as mulheres q conheço são umas grandas putas... Não nego a minha puta, nem a quero santa, assim como admiro os homens q são capazes de não mascarar o q lhe pesa os ombros, e q não precisam se esconder debaixo da saia da deusa...a mulher está muito longe da sua essencia sagrada, assim como o homem está ainda mais...palavras são só palavras......
Junho 05, 2009

Gaia Lil disse...

Ísso que vc diz intristece meu coração pos apesar do que fizeram de nos eu esperava que pelomenos de alguma forma fossemos nossa propria essencia....mas eu não vou desistir por causo do que vc me disse....não pense que sou santa que eu não tenho nada de santa eu ardo em prazer e gosto do meu corpo coisa que nem a santa sabe....e tambem não sou puta porque não sou um ser utilizado e descartavel como a puta do patriarcado,eu sou apenas eu mesma uma mulher tentando sentir a Deusa.

------------------------------------------------------------------------------------------------

É isso a mulher foi reduzida a santa ou puta e não tem nem o direito de sonhar em ser outra coisa....Não pode ser sacerdoisa porque para a puta a vida não é sagrada.....Não pode ser sábia porque não acredita em si propria ou em sua sabedoria interior e em seu feminino sábio...Mão pode ser Deusa porque para a puta a Deusa não existe é como falar de um ser inanimado e morto,Não pode ser empata fadas nem feiticeira porque não acredita em magia ou na alegria da vida....Ela apenas acredita no que vê e como todas as mulheres só vemos feridas neste mundo do pai aonde somos totalmente dominadas totalmente....porque ainda tenho esperança?

Um comentário:

charlotte disse...

Também eu fico imensamente triste com a mentalidade que as mulheres (generalizando) ainda têm. Tudo devido aos ensinamentos grotescos da Igreja Católica, das repreensões á natureza sagrada feminina. Se uma mulher gosta de amar livremente é reduzida ao escalão de prostituta. Mas se for um homem, é másculo e invejado.
E é, igualmente, penoso ver destruírem nossa Mãe e seus templos sagrados pela sede de dinheiro.

Mas mantenha a esperança, Irmã, porque a Deusa Mãe e o Deus Pai nos inspiram a todos e brevemente nossos Irmãos irão "acordar" para a sabedoria suprema da Natureza.

Boas energias e muita paz para você.