"E aqueles que pensam em Me procurar, saibam que a vossa busca e vosso anseio devem beneficiar-vos apenas se vós souberdes o Mistério; se o que vós procurardes, vós não achardes dentro de vós mesmos, então nunca encontrarão fora. Pois eu tenho estado convosco desde o Início e Eu Sou Aquela que é alcançada ao final do desejo"


domingo, 24 de janeiro de 2010

A DEUSA QUE FALTA AO MUNDO



DE QUE SERVEM ESTES BLOGUES SOBRE FEMININO SAGRADO
OU DE QUE SERVE O FEMININO SAGRADO AS MULHERES?


Cada vez mais estou a pensar, que o meu papel na Consciência Feminina não é apenas pequeno como também nulo e inútil, visto que muitas pessoas vêem o Feminino Sagrado, como algo para mulheres alienadas e perdidas na mística...Ou então assunto feminista e secundário, encarado como periférico e suplementar, seja no eco-feminino ou na espiritualidade...

A DEUSA ESTÁ A MARGEM DAS CORRENTES ESPIRITUAIS...

Sendo, sempre descrita como secundaria ou então se calhar nem é um ser evoluído e (dizem) a Mãe Terra não nos destruirá, o coitada Ela também quer evoluir e se nos rezar mos bastante Ela se apiedará de nos...As vezes penso se a Mãe Terra, não faria melhor destruindo a raça humana logo de uma vez para parar mos com toda essa barbárie e idiotismo...
Ou então a Deusa, se a calhar nem é a Deusa, e sim a Virgem Santa poderosa a seu modo, o tenho de admitir, mas ainda sim uma simples intercessora do pai dos céus, sem voz própria e sem autonomia...(Tal qual as mulheres...)
Ou então se fala nos círculos de amor de Maria , enquanto aqui na terra, as mulheres perdidas a fazer umas tantas coisas curiosas e espirituais, continuam alienadas tal como antes...
A relativa liberdade (segundo, com toda a razão Rosa Leonor) que as mulheres tem não as aproximou nem um pouco de sua alma ou da sua essência enquanto mulheres....
E se por acaso se interessarem por rituais religiosos da Deusa, é apenas por pena e benevolência e mística ou então desejo de poder...Sem qualquer interesse na Deusa enquanto Mulher e na Mulher enquanto Deusa, ou simplesmente como sua sacerdotisa, sua interprete, ou seu Oráculo Sagrado, pois isto era um direito das mulheres deis dos tempos primordiais...
Privando a humanidade da Deusa, o maldito sistema patriarcal e androcrático privou a mulher de sua Alma e em absoluto de sua dignidade...Esta falsa dignidade que as mulheres tem hoje não lhes passa de um enfeite, como um cachorrinho que ganhou um biscoito e mimos depois de fazer gracinhas ao seu dono.
Por outro lado, a situação das mulheres no Oriente está bem pior, tão alienadas que estão, parecem não ter mais a capacidade de pensar por si próprias, jamais questionando os valores do patriarcado e do seu assasíno deus-profeta, pior que Hades, o deus da morte...
Tão alienadas estão que chegam a passar horas a rezar para um tal deus, que de tão cruel as cobre da cabeça aos pés, para que lhes mostre que não são nada comparadas aos homens...
Sim se algum dia a burca foi usada como símbolo de nobreza foi nas épocas pagãs antes desse símbolo se tornar o símbolo da opressão de todas as mulheres do Oriente...
A própria poligamia e o mercado de mulheres só passou a existir depois que os sacerdotes do tal deus-profeta ascenderam ao poder, e um pais que até hoje é governado como os feudos,por famílias poderosas e milionárias , que pratica as maiores atrocidades como o sacrifico de animais, e mesmo humanos por pena de morte, se forem homossexuais ou se a calhar tiverem alguma opinião ou religião ou caminho que difere do Patrismo...
Creio que a mulher só tem chance de se libertar primeiro pelo Ocidente...Mas isso não acontece.
As mulheres continuam sujeitadas aos homens e a lhes servir, não importando o quão brilhantes e inteligentes sejam, sempre em posições subalternas, e se chegam a chefia de alguma coisa, tal como os gregos fizeram a Hera, fazem lhe caricatura de uma mulher autoritária e forte mas desprovida de alma e cruel...
E nos sabemos que a Mulher, pelo menos em sua essência não é nada disso.
Falta me sentir, a Voz das Mulheres, a Voz da Deusa Mãe, que a sociedade patristíca não apenas ocultou como também negou...Como no caso da Sacerdotisa e princesa Temistocléia ,que serviu em Delfos a Deusa da Sabedoria e da Justiça, a Grande Têmis, Filha da Terra Mãe..Que continuou a ser servida mesmo quanto o Templo da Deusa Terra e da Mãe Serpente, passou para as mãos de Apolo...Mesmo assim o Poder do Oráculo e Dom da Profecia ainda pertencia tão somente as Mulheres e a Deusa, seja enquanto Mãe ou Filha da Terra...Está mesma Sacerdotisa ensinou toda a ética e a moral a Pitágoras, sábio até hoje referenciado e reverenciado por todo o sistema patriarcal...
E isso isto também nunca é contado nos livros de historia...Fala se muito de dominação e poder através da guerra e da morte, mas nada se fala sobre as mulheres que governaram nos períodos matrilineares e mesmo pós-patriarcais, como a Rainha Clitemnestra, Cléopatra, e Ginga (Africa) e tantas outras mulheres sem nome que um dia tal como a Rainha dos Céus detiveram com ética moral e parceria o poder social que hoje é tão somente usado para o interesse da minoria (os ricos) em detrimento da maioria (os pobres ou abastados, ou seja nós).

Também em toda a nossa historia a Mãe Natureza, tem manifestado o seu poder de forma tão veemente, arrasando nos com mortes devido a chuvas e tempestades, estourar de mares e vulcões ( a Ira de Pele) que prometem jorrar sua água e seu fogo contra nós...
Nos assustados pensamos em como a Natureza é cruel, mas se pensarmos bem nos temos sido bem mais cruéis que quaisquer forças da Deusa, seja com a Natureza Mãe, com toda a nossa miséria e escoria humana ou melhor dizendo patriarcal...
Que chegue a Era das Filhas da Terra, para que cuidemos de nos mesmos, das nossas irmãs e irmãos e da nossa Terra Mãe com mais respeito, antes que a resposta da Grande Mãe seja mais implacável...

"Irá chegar a Era da Filha. E quando esta estiver aqui, a razão se restaurará e o mundo estará completo." (Das Profecias de Aradia)

Que juntos nos construamos essa era que certamente, será diferente da Nova Falsa Era e de todo o conceito "cosmogónico" (cosmos+ego), enterremos pois como disse Rosa, a maldita Espada do Patriarcado e ergamos os andor do Cálice e da Deusa Terra:

"A crucificação da Deusa - a anulação das convicções e dos valores femininos - é o maior dos nossos mais penosos dramas. Mas a crucificação é apenas um prelúdio da ressurreição da Deusa." (Marianne Williamson)


Rezo que a Grande Mãe volte para junto da Humanidade, e que todas as mulheres possam honra-La tal como lhe é devido...Seremos nos, mulheres e homens de uma nova era (verdadeiramente nova) a erguer o andor da Deusa.

"Nós viemos da Deusa
E a ela retornaremos
Como uma gota de chuva
Fluindo para o oceano.”
(Z Budapeste)



4 comentários:

Anna Geralda Vervloet Paim disse...

Parabéns pela sabedoria do texto!
Também penso como vc,a mulher ocidental deveria trazer de volta a Deusa a todas as consciências,infelizmente esta mesma mulher pensa apenas em agradar ao seu macho,tentando ser melhor do que as outras,numa eterna competição para ser a rainha,quando na verdade é simplesmente uma escrava do poder masculino.
É sabido que,durante a civilização da Deusa,quando as mulheres eram sacerdotisas dos templos e prostitutas sagradas,bastava que o homem fizesse amor com uma sacerdotisa para que ele estabelecesse contato com o sagrado,pois as mulheres eram sagradas.
Nós, mulheres, sabemos que somos o repositório deste código antigo,um legado com poder suficiente para fazer da Terra um paraíso.Nós somos a peça de um quebra-cabeça que depois de montado criará uma utopia.E nós somos a valiosa pérola que trará luz e amor a este mundo e um tempo de abundância e sabedoria,basta nos reconectarmos com nossa essência feminina,e esta conecção tem de ser feita através do Sagrado Feminino.
Blogs como este e tantos outros que circulam pela internet são muito valiosos sim,tenho certeza de que ajudam a criar uma consciência ecológica e feminina,uma união entre as mulheres,com a magia da internet,de nos conectar mesmo que a longas distâncias,e de fazer o seu trabalho silencioso nos fazendo pensar e agir.
Penso que hoje as bruxas são legião no século XXI. E são bruxas que não podem ser queimadas vivas, pois são elas que estão trazendo pela primeira vez na história do patriarcado, para o mundo masculino, os valores femininos. Esta reinserção do feminino na história, resgatando o prazer, a solidariedade, a não-competição, a união com a natureza, talvez seja a única chance que a nossa espécie tenha de continuar viva.

Abraços com as bênçãos da Grande Mãe

The Eagle, a àguia q TUDO vê disse...

Salve Cara, excelente texto... contundente e intenso, cmo é vc. Publiquei em meu blog teu texto s/ SHECHINAH (http://sagrado-feminino.blogspot.com/search/label/SHECHINAH), óbvio, com os devidos créditos e autoria. Para sua constatação: http://enlacadordemundos.zip.net/
congratulações
The Eagle (M.)

Gaia Lil disse...

Obrigada as duas pelo carinho, e pela admiração do trabalho...Tem vezes que não sei se tal trabalho é assim tão correspondido ter uma resposta das minhas leitoras sempre me traz satisfação e mais siposição para continuar.

cristã disse...

Olá!

Parabéns pelo seu blog, muito interessante.

Têm sido uma descoberta pra mim.

Há algum tempo, pela primeira vez contestei minha religião, que educa a serem todas submissas, foi lendo a "lei de deus" que me deparei com coisas terríveis feitas a mulheres. Não só a mulheres, mas contras os homossexuais, os estrangeiros, os deficientes.

Não consigo amar o Deus bíblico, acho ele cruel demais.

Voltar as raízes onde a Deusa é importante, onde a mulher é importante, dá um alivio no coração.

Muito bom, que o valor a deusa mãe volte, e assim o valor feminino também. Não só o feminino, mas o valor a natureza também.